terça-feira, 26 de outubro de 2010

Descanse em paz, camarada

Caros amigos, como podem perceber, sou um sujeito deveras sentimental. Por vezes, quando certas figuras partem, eu meio que sinto como se fosse um parente meu que me abandona, como muitos outros o fazem. Eu sei, isso deve parecer bobagem para muitos de vocês, sei também que a vida tem dessas, ninguém vive para sempre, mas sinto que é meu dever escrever algumas linhas em homenagem a este que me fez repensar toda  a realidade.

Eu, que aprecio cada vez mais com o passar dos tempos o estudo da filosofia, que compreendo a importancia da racionalidade e até mesmo do ceticismo para que certos totens e tabus sejam devidamente desfeitos quando necessário, fiquei abalado quando o conheci. Eu, que estive por algum momento em dúvidas sobre minhas convicções, algumas delas ligadas a minha criação cristã, já estava acreditando que o mundo não era um lugar para a magia, que o inexplicável era  apenas um truque, que os cientistas, esses Mr. Ms da existência, adoram desvendar e expor a quem quiser ver. Eu, que quando pensava que nada mais havia de oculto ou mesmo de mágico, me deparei com sua presença maciça na tela de minha TV e voltei a ser menino. 

Você que deixou a mim e a muitos outros extremamente confusos, merece todo a nossa consideração. Sei que você não foi uma unanimidade, que sua vida ainda será alvo de muita desconfiança por parte de muitos, mas nós, seus admiradores, sabemos que isso é bobagem. O mundo, sem dúvida alguma, perdeu um ídolo. Contudo, como dizia Quintana, agora você passou a ser menos dos olhos e mais do coração, até que, brevemente, possamos dizer: parece um sonho que tenha vivido.

Por isso que, nesse momento, abro meu coração e digo:

DESCANSE EM PAZ, POLVO PAUL!
 

3 comentários:

hqsubversiva disse...

Hahahahhaha, vai acertar todos os resultados das peladas do paraíso

Luiz Alexandre disse...

Pois é, Caio. E mais, tenho certeza que nosso senhor irá dar um cargo de conselheiro pelos serviços prestados aqui na Terra. Abração.

Leandro Caraça disse...

O maior vidente desde Criswell. R.I.P. nobre molusco.